Sex, 26 de Junho de 2020 21:17

ESPORTE ENSAIA RETORNO - CBF sinaliza que abertura do Brasileirão 2020 pode ser em 9 de agosto


Data saiu após reunião com dirigentes de clubes das séries A e B

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), após reunião virtual com dirigentes de 40 clubes, chegou à data provável de início do Campeonato Brasieleiro. A primeira partida da Série A  pode ocorrer no dia 9 de agosto (domingo), e o jogo de abertura da Série B, um dia antes: 8 de agosto. O acordo quanto às datas saiu após reunião virtual, realizada ontem (25), com a participação de representantes da CBF, da Comissão Nacional de Clubes (CNC) e de dirigentes das 40 agremiações que integram o Brasileirão.

Em nota oficial, a CBF afirmou que houve acordo quanto a algumas questões relacionadas às competições, mas ressaltou que os torneios seguem dependendo do aval do poder público para serem realizados. "O retorno do futebol depende da autorização das autoridades de saúde. Mas, dezenove dos vinte clubes da Série A se dispuseram a jogar fora das suas cidades, em última instância, caso até lá seus municípios não estejam liberados pelas autoridades de saúde a realizar jogos. Foi um sinal de apoio à realização da competição pela CBF", diz a nota da entidade. Apenas o Athlético Paranaense votou contra.

Houve consenso em relação a itens como a manutenção do formato da competição: "todos contra todos", totalizando 38 rodadas. Caso a realização do campeonato seja de fato autorizada, as primeiras partidas ocorrerão sem a presença de público, e o campeonato só terminará em fevereiro de 2021.

Também ficou decidido que a Copa do Brasil deve retornar na primeira quinzena de agosto. Com as duas competições ocorrendo concomitantemente, a intenção é que as equipes façam dois jogos por semana, com exceção das datas Fifa, previstas para serem retomadas em setembro.

NBB: temporada 2020/2021 é prevista para começar em 14 de novembro
 basquete brasileiro, Franca e Flamengo

A temporada 2020/2021 do Novo Basquete Brasil (NBB), campeonato nacional masculino da modalidade, está prevista para começar em 14 de novembro. A lista final dos participantes será divulgada em 4 de setembro. Nove dias depois, a Liga Nacional de Basquete (LNB), organizadora do torneio, publicará a tabela completa.

As datas foram definidas em videoconferência do Conselho de Administração da liga. Segundo a nota oficial publicada no site da entidade, as medidas "levarão sempre em consideração o avanço do controle da pandemia [de covid-19] no Brasil e todos os protocolos de saúde determinados nesse período". O comunicado ainda diz que "a Equipe Multidisciplinar da LNB continua avaliando todos os possíveis cenários para o retorno do campeonato".

Os times decidiram que o prazo final para negociação do direito associativo das equipes termina em 14 de agosto. No dia 30 do mesmo mês, os clubes "precisarão oficializar suas participações no campeonato comprovando as documentações financeiras necessárias para a aprovação do Conselho, além da validação do Livro de Dívidas (referente à certidão de situação regular de valores contratuais dos atletas e comissão técnica da temporada anterior)", conforme a nota da liga.

A temporada 2019/2020 foi paralisada em 15 de março. Na semana seguinte à interrupção, a liga decidiu que o torneio, se retomado, reiniciaria direto no mata-mata. No fim de abril, foi apresentado aos clubes um protocolo de saúde para reinício dos jogos, que previa portões fechados, realização de testes e esquema especial para volta aos treinos. Como a crise do novo coronavírus não cessou, a competição foi dada como encerrada em 4 de maio.

Clubes planejam a volta do Campeonato Paranaense até o dia 15 de julho

Os oito clubes que ainda estão na disputa do Campeonato Paranaense e a Federação Paranaense de Futebol (FPF) esperam pelo retorno do estadual no próximo dia 15 de julho. A expectativa é que a final seja realizada antes do início da Série A do Brasileirão, previsto para o dia 09 de agosto.

Todos os jogos do mata-mata do Campeonato Paranaense serão disputados sem a presença do público e com acesso restrito ao campo e vestiários. Apenas funcionários essenciais para a administração do estádio, atletas das duas equipes, comissões técnicas, equipe de arbitragem, delegados da partida e supervisor da FPF estarão liberados.(Da Agência Brasil)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box