quinta, 19 de setembro de 2019


Sex, 16 de Agosto de 2019 11:42

Deputado Francischini lança candidatura a prefeito de Curitiba neste sábado: “Chegou a hora!”


O PSL do Paraná conta com oito deputados estaduais e três federais, mas não tem nenhum vereador na capital

deputado Fernando Francischini (PSL), que teve a maior votação da história do Paraná com 427.742 votos, vai lançar neste sábado (17) sua pré-candidatura a prefeito de Curitiba para as eleições de 2020. O anúncio será feito no Spazio Van, na Linha Verde, dentro do ato que o PSL promove, em todo o país, para aumentar o número de filiados.

“Chegou a hora de disputar uma decisão majoritária até em função da grande votação que fiz para deputado estadual, sendo que a maioria dos votos veio de Curitiba. O PSL me conclamou e eu aceitei o desafio. Curitiba é uma cidade linda, bem cuidada, os últimos prefeitos fizeram boas gestões, mas cuidaram das coisas. Nossa linha é fazer mais pelas pessoas”, disse Francischini em entrevista à Banda B nesta sexta-feira (16).

O PSL do Paraná conta com oito deputados estaduais e três federais, mas não tem nenhum vereador na capital.

“Agora é hora de montarmos uma chapa forte de candidatos a vereador em todo o Paraná e estimular a candidatura de prefeitos em todas as cidades do Estado. Nosso objetivo é fazer no mínimo cinco cadeiras na Câmara de Curitiba e já estamos trabalhando em coligações com partidos aliados à ideologia do partido do presidente Jair Bolsonaro”, avaliou Francischini, presidente do PSL do Paraná.

O evento no Paraná será Spazio Van, na Linha Verde, das 9h às 13h.

Carreira

Nascido em Londrina em 1970, casado, pai de quatro filhos, formado em Direito, com especialização em repressão ao tráfico de drogas e combate à lavagem de dinheiro, Fernando Francischini é delegado licenciado da Polícia Federal, deputado estadual e presidente da Comissão de Constituição e Justiça na Assembleia Legislativa do Paraná. Já foi Oficial do Exército Brasileiro, e da Polícia Militar do Paraná, onde comandou a RONE (atualmente, BOPE) e a Companhia de Operações Especiais (COE).

Na PF, como delegado, coordenou as prisões de megatraficantes como Fernandinho Beira-Mar e o colombiano Juan Carlo Abadia, e ainda, do contrabandista Law Kin Chong.

Entre 2008 e 2010, comandou a Secretaria Antidrogas de Curitiba. Cumpriu dois mandados como deputado federal.

Em 2014, licenciado do mandato de deputado federal, foi nomeado Secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná. (A informação é do portal Banda B)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box