Seg, 05 de Agosto de 2019 14:26

MDB e PT ignoram estatutos e mantêm filiados Cabral e Lula, presos por corrupção

Olha os dois aí... Olha os dois aí...


Condenados por ladroagem devem ser expulsos dos partidos, segundo seus estatutos

Apesar de estar condenado a quase 216 anos de cadeia, Sérgio Cabral continua filiado ao MDB. É o mesmo caso de Lula, que já cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro, mas continua filiado ao PT. Os estatutos dos partidos preveem expulsão de filiados condenados por crimes. Há casos até de expulsões apenas por desobediência ao partido, mas corruptos condenados são mantidos. Em ambos os partidos, a sentença transitada em julgado é pré-requisito da expulsão.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O artigo 231 do estatuto do PT prevê expulsão em caso de “condenação por crime infamante”. No MDB, o artigo 13º prevê as mesmas condições.

Então presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani disse em 2016 que Cabral é “o melhor quadro que o PMDB tem”.

A ala jovem do MDB chegou a ameaçar pedir a expulsão de Sérgio Cabra no início do ano passado, mas a ação não prosperou.

Nos últimos anos, o MDB expulsou apenas Kátia Abreu (TO), que votou contra o impeachment de Dilma e a reforma trabalhista de Temer.

Voltar ao Topo