sexta, 16 de novembro de 2018


Ter, 11 de Setembro de 2018 18:59

Para defesa de Beto Richa prisão revela oportunismo em época eleitoral

Antonia Sanchez, advogada de Richa Antonia Sanchez, advogada de Richa


Em entrevista à imprensa, a advogada do ex-governador e candidato ao Senado, Beto Richa, afirmou que ainda não teve acesso aos autos do processo e que desconhece a razão dos mandados de prisão e de busca e apreensão expedidos contra ele.

De acordo com Antônia Sanches, Richa sempre se dispôs a prestar quaisquer esclarecimentos à Justiça e também ao Gaeco. Defendeu que não há motivos para a prisão, especialmente em período eleitoral, e falou sobre como o ex-governador reagiu à operação desta terça. “A indignação dele diante deste tratamento, deste desrespeito enquanto governador, enquanto homem público que sempre pautou as atuações dele de forma regular”.

Antônia Sanches ainda criticou a operação deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, coordenado por Leonir Batisti. Nesta manhã, o promotor disse inexistir qualquer mecanismo de vedação de prisões em momento de campanha eleitoral; a advogada rebateu: “Não há vedação, há oportunismo”

A defesa do tucano disse ainda não saber para onde ele deve ser transferido, mas vai ajuizar habeas corpus ainda hoje para pedir a liberdade do ex-governador, preso temporariamente.






Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box